Conduz .

 

 

Tenho frio , em cada recanto da alma . Eu tenho frio . Não sei porque me sinto assim . O meu corpo j á não é o mesmo . Cada veia transporta sangue , mas leva consigo tristeza . Cada respiração d á me vida , mas sufoca-me . Sinto-me perdida . Fui deixada á beira da estrada e não consigo encontrar o caminho de volta . Á minha frente , tenho o Mundo . Tenho sorrisos de gente que passa na rua , abraços dos que me amam , admiração dos que me odeiam . Sabes , são muitos os carros que por aqui passam . Passam , apenas isso . Uns param para perceber o que vagueia por esta estrada , outros , simplesmente tentam dar-me boleia . Mas eu não entro . Por mais bonitos que os carros sejam , eu prefiro o teu . Prefiro o cheiro do estofo dos bancos de tr á s . Prefiro a tua musica alta a qualquer melodia que eles me apresentem . Prefiro as discussões , e as tuas filosofias a qualquer amor de passagem .  Passo a passo , não sei para onde vou . Continuo a andar , parada não vou longe de certeza . Estou cansada , e a noite chegou . Deito-me sobre a berma da estrada . Chama-me louca , grita ! Eu vou ficar aqui a contemplar cada estrela neste céu imenso . É tão diferente , estou perdida nesta estrada . Aqui , o silêncio dói . Dói muito . Queria ter-te aqui comigo . Apenas deitado a meu lado . Contemplarias este céu comigo ? Dirias palavras daquelas extensas que me fazem rir ? Talvez . Gosto de pensar que sim . Mas contudo , não est á s . Não me peças desculpa por eu me ter enganado . A luz cega da paixão confundiu-me , levou-me a ver em ti algo que tu não és . Fez com que eu sonhasse sonhos , levou-me tão alto para a pouco e pouco cair . Estou na estrada , não sei para onde vou . Mas vou manter-me aqui , até tu arriscares . Por cada palavra não dita , cada gesto que não me d á s , é apenas mais uma l á grima que me percorre o rosto. Passaste por mim . No teu carro , o cheiro é o mesmo sabias ? O teu odor característico . Não h á perfume que disfarce o teu . Não olhes para tr á s , conduz . Eu hei-de chegar a ti , até l á , não faças marcha atr á s de qualquer gesto que me dês . Todos têm repercussões .

tags:
sinto-me:
música: Here I am - Spirit
publicado por Lébasi às 21:56