Ausência

Não estás , nada sei de ti desde as seis horas de ontem . Adormeci sem o teu aconchego, acordei sem uma resposta. Permaneci embrulhada nos lençois á espera de um sinal teu. Nem a cama me conteve sem ti. Não estavas preso, não te tranquei no meu Mundo . Eras livre para ficar e igualmente livre para partir. Provavelmente iludi-me novamente, provavelmente deixei-me levar por esse olhar. Acho que partiste, sinto que o fizeste mas as nossas conversas não se encaixam com esta subita ausência. Não vou correr por ti , vou aguardar um sinal , uma resposta .. até lá vou passar o dia a olhar para o ecrã do telemovel. Desta vez vou proteger-me, desta vez não deixo que me magoes . Sonhei demais , e tu esqueceste-te de me trazer de volta á terra.

tags:
sinto-me: mal?
publicado por Lébasi às 11:14