Quinta-feira , 30 de Outubro DE 2008

Dupla personalidade

 

E se eu te dissesse que acho que és bipolar?

Sei que provavelmente te zangarias mas eu sou mesmo assim . Nao percebo como é que te podes deixar levar por simples disciplinas. Eu sei que queres ser medico, e que o decimo segundo é muito importante .. mas eu tambem nao deveria ser ? Nao passo de uma menina , porque é que todos me exigem que seja adulta?

tags:
publicado por Lébasi às 20:12
Terça-feira , 21 de Outubro DE 2008

Uma cama.

 

 

Oiço as chaves tilintar entre si ainda antes de as teres posto na fechadura da porta . Tiras-as do bolso a medo que te oiça , mas foste denunciado pelo teu modo de andar . Eu sei que nunca te deste ao trabalho de reparar mas até os passos mais calados são visto por quêm não vê . Preparas o discurso enquanto rodas a chave e limpas os pés , tudo tem de parecer bem .

- Boa noite - dizes tu , com aquele sorriso de quem esconde o que realmente se passa .

- Boa noite - respondo eu , ainda atarefada com as coisas da casa.

Aproximas-te e beijas-me , não sinto o cheiro dela nas tuas roupas . Sorris, é como se nada tivesse acontecido mas eu sei o que se passou . Eu sei que te deixaste levar pela manha de quem não ama , e que palavras serão sempre palavras até alguém lhes dar força e as transforme em simples gestos que tu não consegues .

- Está tudo bem ? - consigo perceber o medo por entre cada silaba da tua pergunta .

- Porque não haveria de estar ?

Abraço-te , ponho os braços á tua volta e aperto-te bem junto a mim . Retribuis e as lágrimas começam a escorrer sobre o meu rosto . Não reages , mas eu sei que sabes . Podia fazer um escândalo , podia dizer-te coisas que te obrigariam a ver as coisas á minha maneira mas não o faço .

- Vou tomar banho - dizes tu com aquele ar de como se nada se tivesse passado .

Limpei as lágrimas e continuei a arrumar as gavetas da tua papelada . Tenho-te sempre á noite , acabas sempre por voltar para mim e dormires a meu lado . Mas de que é que isso me adianta ? A noite não é nada comparada com o dia - tu sabes . Eu amo-te , e de cada vez que caminhas na minha direcçao só me apetece virar costas e ir embora . E nisto , eu sei que te amo mas dói-me demais saber que o trabalho é mais importante que eu . Perdoa-me ser egoista mas eu tenho direito ao meu marido . Tenho direito a receber um beijo que me deixe a sorrir , um simples abraço que me dê segurança , uma mensagem de quem se diz perto e não um sorriso ao longe .

 E no fim de tudo isto pergunto-me porque ainda estou contigo . Porque possivelmente serei daquele tipo de mulheres que faz tudo para que uma relação resulte , e tu daquele tipo de homens que acredita mesmo que está tudo bem .

- Queres que ponha a mesa ?

- Não é preciso , eu ponho - que trapalhão que tu és .

- O que tens ?

- Nada - a mesma resposta , que significa sempre alguma coisa.

- Diz-me - pedes-me tudo como se já não soubesses a resposta.

- Odeio-a .

- Ainda com a mesma historia ? Não percebes que estou contigo porque te amo ? Ela já nada me diz , é para ti que eu volto todas as noites depois do trabalho . És tu quem eu quero , esquece-a de uma vez por todas.

- Não consigo , ela teve-te . Andou na tua pele , sentiu o teu sabor e por mais de uma vez eu sei que a tiveste na nossa cama e não foi na simples tarefa de mudar os lençois .

- Estava cego .

- Disses-te que a amavas .

- Ela mete-me nojo .

- Mas quando a fodeste não pensaste nisso - bati a porta da cozinha e fugi para o quarto . Não vieste atrás de mim , provavelmente porque sabes que de nada te valeria tal gesto . E a cada discussão percebo o quanto ela me afecta , não sei se é passado . Não consigo ignorar os olhares dela de quando estamos juntos na rua . Não consigo , não consigo , não consigo . Odeio o modo como ela olha para mim . Eu sei que me pertences , mas ela já fez de ti o que queria .

____

 

Nota : já há algum tempo que andava com este texto na cabeça portanto é bastante possivel que não seja do vosso agrado . Foi a forma que eu arranjei para expressar o que sentia em relação a tudo o que tem acontecido ultimamente . Não tenho forças para lidar com tudo isto , nem a vontade de escrever se tem mantido . As notas estão a descer , algo a que não me posso dar ao luxo de acontecer .

tags: , ,
sinto-me:
música: jonas brothers - fly away
publicado por Lébasi às 14:48
Sábado , 11 de Outubro DE 2008

Eu vou .

Eu vou ficar por aqui a proteger-te. Não deixes que o medo de que eu um dia me vá te domine. Recordaste das nossas noites? Dos telefonemas tardios que davam sentido aos meus dias. Esboçava um sorriso na escola sem precisar de palavras, poderia intitular-te o meu diário vivo. Tu sempre soubeste as minhas histórias rotineiras passadas entre quatro paredes.

 Só não sabias que me tocavas de um modo diferente, não sabias ou fingias não saber. Era a tua voz que eu procurava quando caía, era tudo o que tinha não era? A tua voz, através de um pequeno dispositivo que substituiu a necessidade de as palavras serem soltas enquanto os meus olhos se prendiam nos teus. Eu tenho essa necessidade, preciso de te sussurrar ao ouvido palavras que são sentidas, por muito infantis que possam soar, enquanto tu me lês sem aviso prévio. Eras o meu confidente, tu sabias o que mais ninguém sabia. Não do modo como tu sabias, não na intensidade com que eu contava.

 Eras o portador da minha alma, e não te rias ao leres tal “ artimanha” , Eu via-me em ti, mesmo sem saber. Guardava cada mensagem tua, perdia-me em cada passagem pela tua turma, e morria quando praticamente te seguia até á casa de banho. Passaram-se meses, de tu e eu, de eu e tu – de nós.

 Hoje, és meu. Pertences-me e tenho livre arbítrio para decidir o nosso caminho. Não quero percorrer aquele que já está traçado, já foi percorrido por muitos. Quero vendar-te os olhos, deixas? Não observes o que aí vem, não planeies nem penses. Dá-me a mão e não a largues por muitos buracos e desvios que possam existir neste caminho.

 Eu vou ficar aqui, a esboçar-te um sorriso de cada vez que nos cruzemos mesmo com os olhares que recaiem sobre nós. Irei abraçar-te quando tu precisares que te proteja e amar-te-ei mesmo quando deixares que o teu corpo caia do precipício da vida e apenas o escuro te domine. Quero ser a luz que te aquece, e a mão que te levanta de novo para o raiar do dia.

 Tenho saudades do que fomos, mas agora sei que te pertenço.

tags: ,
sinto-me:
música: Oasis - don't look back
publicado por Lébasi às 12:28
Domingo , 05 de Outubro DE 2008

Mudança .

 

Não a quero , ela que fique no seu cantinho que eu contento em ficar aqui a segurar-te a mão e a passar as horas de almoço a ver-te sorrir para mim . Eu contento-me com isso , sou feliz assim . Não me queiras tirar isso , mas não depende de nós . Tu não tens culpa . mas eu ponho-a em ti . Odeio testes , odeio aulas , odeio prestar atenção , não suporto relatórios e odeio quando me ignoras ao telefone por estares a fazer algo para  mim que não me dizes o que é ( odeioooo ) . Não devias dizer , se não me tivesses dito provavelmente não tínhamos "discutido" , eu não tinha feito birrinha , não te tinha magoado e tínhamos adormecido bem e mais importante que tudo .. eu não passaria duas horas da minha vida há espera que o telemóvel vibrasse com uma mensagem tua . Algo que acabou por não acontecer . No espaço de uma noite sonhei 3 vezes contigo , em cada um dos sonhos eu acabava por te perder .

 Lembro-me de acordar e de olhar para o meu tecto , não via nada porque tinha a luz apagada mas pensei , " não me vou esconder debaixo dos lençóis" . E assim fiquei , de olhos abertos , em pleno escuro a pensar em ti . Odeio estar assim contigo , odeio odeio odeio . Mas eu não me contento com um beijinho de manhã e umas mensagens á tarde . Desculpa , se eu não te faço isso porque é que mo fazes a mim ? Hum hum ?

 Tu não és assim , não me mandas daquelas mensagens em que eu supostamente ficaria com um sorriso estampado na cara durante uma semana , não me ligas simplesmente para dizeres que gostas de mim e que tens saudades . Já foste , e eu já gostei de ti . Já não és , e eu continuo a gostar . Podes fugir , podes virar costas e dizer que sou mimada , eu realmente sou . Mas isso é só porque esperei  9 meses para que me mimasses , enfrentei a tua relação com alguém que eu não gostava nada e até aconselhei o melhor que pude para que ficassem tudo . E no meio de tudo isto , sempre gostei de ti . Não me interessa se estou errada , hoje vou ser egoísta . Hoje vou esperar que sejas tu a vir atrás de mim , e não o contrario .

 Eu aceito que tenhas de estudar , eu até nem reclamei quando me disseste que o ias fazer mas esperava mimo á noite . Uma mensagem querida , um telefonema que me embalasse , algo que me fizesse sentir-te em mim  . Eu sei que aqui estás , mas estás ausente e isso dói,

sinto-me:
música: rui veloso - 1o beijo
publicado por Lébasi às 10:56

mais sobre mim

pesquisar

 

Outubro 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
31

posts recentes

últ. comentários

  • Fumar mata . obrigada pela visita, voltarei bj gr
  • Amiga, não podes fumar é perigoso!!!!
  • Exactamente , amiga.
  • aquilo que tens na mão faz-te tão mal.
  • (: Adorei o teu blog, e gostei especialmente deste...
  • bom post :)
  • Ò medo é natural , até para nos prtegermos , mas ...
  • Eu, por vezes, também não. Amei as tuas palavras. ...
  • Ola',não sei se te lembras de mim...:PPassei so' p...
  • tão gira ;)*

mais comentados

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro