Quarta-feira , 25 de Fevereiro DE 2009

<2

Nós não temos uma história de amor.

Posso procurar o teu cavalo e a tua armadura que sei que não os encontrarei. Não tenho uma trança enorme que me cai sobre as costas e prende os olhares dos que me rodeiam nem vivo num castelo enorme. O mais próximo que tens de um cavalo é a tua paixão por animais e ainda assim são muito pequenos. Pertence-mos a mundos diferentes. Contudo partilhamos a necessidade de salvamento com as histórias antigas. Eu perdi a esperança de encontrar o amor verdadeiro, tanto que me protejo de ti nas alturas em que menos preciso de o fazer e tu me pedes que não me apegue a ti. Mas as coisas não são assim, se infelizmente ou felizmente não o sei dizer.

Não me podes acordar todos os dias e aconchegar todas as noites e esperar que eu não me habitue ás tuas palavras. Não podes olhar para mim com um sorriso nos lábios e deixar que me aproxime tanto dos teus lábios (e do teu coração).

  Eu já sofri por ter dado o meu coração (e tu não és tão diferente de mim). A única diferença é que eu não me arrependo de o ter feito. Chorei tal qual como uma madalena abandonada mas isso fez-me ter o sorriso que te dou todos os dias.

  Provéns de um mundo do qual eu mantenho a distancia. Mundo esse onde todos os boatos são verdades absolutas e qualquer palavra despercebida ou brincadeira desatenta se transforma numa confusão. Os passos que dás são controlados por aqueles que anseiam por uma boa historia para o que o dia não seja tão entediante. Tens raparigas que são dotadas de uma beleza extraordinária á qual eu não me equiparo.

  Contudo preferes o meu Mundo. Preferes manter-te por esta realidade que eu crio. Não temos um compromisso, não sonho chamar-te namorado um dia (desculpa). Mas tu estás sempre aqui. Antes de adormecer, nos meus sonhos, no meu pensamento, quando acordo, quando sorri-o. Temos olhares, sorrisos, risos, toques, abraços, conversas, momentos, indirectas, provocações, apoios, promessas e segurança. Não te tranco neste mundo (não pretendo iludir-me a esse nível), mas vou fazer os possíveis para que te mantenhas por aqui.

  Não preciso de te exibir, o sentimento que guardo cresce de dia para dia e apenas a ti importa. As cartas que escrevo são para ti, os sonhos que tenho são contigo.  O mundo em que todos vivem só desvaloriza o que somos e temos. Tu não vais durar para sempre. Vais durar o teu 'sempre'. Todos temos um sempre e o teu não sei quanto tempo tem, mas sei que prefiro passear pela tua pele, perder-me nos teus olhos e viver dentro do teu riso a manter-me segura sem ti.  Não, nós não temos uma história de amor. Nós temos um Mundo só para nós

sinto-me: crescida
publicado por Lébasi às 16:21

.

E foi tão bom ter ouvido a tua voz de sono ás duas da tarde. E foi tão bom teres-me ligado assim que acordaste só para explicares o que se tinha passado. E foi tão bom que por momentos percebi que tenho de parar de te comparar ao que já vivi. :$ Tu não tens culpa , eu é que me protego de ti.

 

- Roubar-me-ias apenas beijos?

- Não me deixas roubar-te o coração.

- Até esse é penetravel apesar de muito bem guardado.

- O meu objectivo não é rouba-lo.

- É conquistá-lo .

 

[ e eu sei que pareço uma criança mas vá lááá , aquele homem leva-me de água a fogo  ]

publicado por Lébasi às 14:39

(Des?)

Adormeci sem ti , mas esperei que viesses . Aguardei pelas letras num pequeno ecrã , neste momento é tudo o que tenho de ti. Letras. Há muito tempo que não tinha uma noite tão má. Tu não sabes mas da segunda vez que acordei todo o meu corpo exigia algo que eu não lhe sabia dar. Senti-me quente , e a minha cabeça parecia uma máquina trituradora prestes a explodir. Acabei por ir vomitar e regressar á cama.

 Hoje não sonhei contigo, não me atormentaste. É incrivell como as coisas podem mudar numa noite. É fantastico como eu hoje acordo sem sorrir por tua causa. Hoje esperei por ti novamente. Nada, nenhum sinal. Nenhuma letra, toking, chamada ou seja o que for. E é então que me pergunto. Mas porque é que eu espero? Tu não tens obrigaçao de me aconchegar, de me fazer sorrir, de me aquecer o coração .

 O facto de não teres respondido fez-me recuar neste nosso Mundo. Será que vale mesmo a pena arriscar a minha segurança por ti ?


- Eu prometo guardar-te a sete chaves. (...)


Tu nunca percebes nada do que te digo.

sinto-me: iludida
publicado por Lébasi às 10:53

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
19
20
24

posts recentes

últ. comentários

  • Fumar mata . obrigada pela visita, voltarei bj gr
  • Amiga, não podes fumar é perigoso!!!!
  • Exactamente , amiga.
  • aquilo que tens na mão faz-te tão mal.
  • (: Adorei o teu blog, e gostei especialmente deste...
  • bom post :)
  • Ò medo é natural , até para nos prtegermos , mas ...
  • Eu, por vezes, também não. Amei as tuas palavras. ...
  • Ola',não sei se te lembras de mim...:PPassei so' p...
  • tão gira ;)*

mais comentados

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro