Segunda-feira , 09 de Março DE 2009

Factos

Não fui feita para ser amada .

Ponto final, parágrafo.

Chamaste-me a atenção num Mundo de cores cinzentas em que o unico ponto de cor era exclusivamente eu. Fizeste-me sorrir. Não somente sorrir por conveniência, nada disso. O teu sorriso era o meu sorriso, puro e simples. Alteraste-me os passos, sorri mais um pouco. Temi sentir o que sinto agora mas não me protegi. Repeti para mim mesma que não me iria apegar mas assim aconteceu. Criámos um Mundo nosso. Tu e eu , somente nós. Disseste que não te irias apegar e que dificilmente te apegarias. Encarei isso como a segurança de que não iria sofrer. Apegaste-te. Queria-te perto. Não queria os teus lábios , queria a tua mão, a tua presença , o teu riso , as nossas palavras. Mudaste. A arrogancia predominava mas por vezes voltavas a ti e a ternura voltava a nós. Ausência, fui atrás. Hoje viraste-me costas. Disseste-me que estava demasiado proxima do coração e que não queria isto. Portanto, somos um isto. Ora seja, medo . Recuaste. E eu beijei-te dizendo que não me ia zangar.

 Chorei, e ri-me de mim mesma momentos a seguir. Talvez tenha sido o nosso ultimo beijo. Não foste cobarde , foste sincero. Encontro-me agora perdida. Luto contra esse medo ou dou-te espaço e vejo o que acontece? Senti a tua mão puxar-me para o teu corpo quando te beijei ( tu não me querias largar, mas acabaste por fazê-lo).

 Se eu fosse outra, teria simplesmente seguido em frente. Tu sabes que não falta que me queira. Problema? Eu quero-te a ti , e tu não te queres apaixonar por mim. Fui feita para amar, não para ser amada.

publicado por Lébasi às 20:26

.

- estás demasiado proxima

- define

- estás demasiado proxima do coração e eu nao quero

- queres afastar-te?

- nao é o meu coração. ele diz uma coisa, a cabeça outra mas se eu me quiser afastar eu consigo

- queres afastar-te?

- quero .

- nao tenho argumentos para ti

- o problema não é teu , é meu

 

Eu usei um vestido. Tentei que reparasses em mim, fui criança ao ponto de me arranjar somente para ti ( apenas e unicamente para ti). Aguardei com impaciência o passar das horas, dos minutos e dos segundos para te ter junto a mim. E agora? :/ Agora vejo-te partir sem uma palavra a dizer.

 

[ quando nos afastámos eu beijei-o, não consegui virar costas sem lhe dar um beijo e ele puxou-me para ele .. não o queria largar, nao o queria, nao o quero ]

publicado por Lébasi às 20:07

mais sobre mim

pesquisar

 

Março 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
16
17
18
19
20
22
24
26
27
28

posts recentes

últ. comentários

  • Fumar mata . obrigada pela visita, voltarei bj gr
  • Amiga, não podes fumar é perigoso!!!!
  • Exactamente , amiga.
  • aquilo que tens na mão faz-te tão mal.
  • (: Adorei o teu blog, e gostei especialmente deste...
  • bom post :)
  • Ò medo é natural , até para nos prtegermos , mas ...
  • Eu, por vezes, também não. Amei as tuas palavras. ...
  • Ola',não sei se te lembras de mim...:PPassei so' p...
  • tão gira ;)*

mais comentados

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro