Terça-feira , 10 de Março DE 2009

.

Dói-me a cabeça. Tenho teste de Biologia amanhã e não olhei sequer para o livro.

Ele arrependeu-se, pediu desculpa e eu perdoei mas não consigo portar-me da mesma maneira. Dizer as mesmas coisas, sentir o mesmo. Preciso de beber . Preciso de ter as minhas miúdas e bebida á descrição. E preciso de nao pensar tanto.

publicado por Lébasi às 20:56
Segunda-feira , 09 de Março DE 2009

Factos

Não fui feita para ser amada .

Ponto final, parágrafo.

Chamaste-me a atenção num Mundo de cores cinzentas em que o unico ponto de cor era exclusivamente eu. Fizeste-me sorrir. Não somente sorrir por conveniência, nada disso. O teu sorriso era o meu sorriso, puro e simples. Alteraste-me os passos, sorri mais um pouco. Temi sentir o que sinto agora mas não me protegi. Repeti para mim mesma que não me iria apegar mas assim aconteceu. Criámos um Mundo nosso. Tu e eu , somente nós. Disseste que não te irias apegar e que dificilmente te apegarias. Encarei isso como a segurança de que não iria sofrer. Apegaste-te. Queria-te perto. Não queria os teus lábios , queria a tua mão, a tua presença , o teu riso , as nossas palavras. Mudaste. A arrogancia predominava mas por vezes voltavas a ti e a ternura voltava a nós. Ausência, fui atrás. Hoje viraste-me costas. Disseste-me que estava demasiado proxima do coração e que não queria isto. Portanto, somos um isto. Ora seja, medo . Recuaste. E eu beijei-te dizendo que não me ia zangar.

 Chorei, e ri-me de mim mesma momentos a seguir. Talvez tenha sido o nosso ultimo beijo. Não foste cobarde , foste sincero. Encontro-me agora perdida. Luto contra esse medo ou dou-te espaço e vejo o que acontece? Senti a tua mão puxar-me para o teu corpo quando te beijei ( tu não me querias largar, mas acabaste por fazê-lo).

 Se eu fosse outra, teria simplesmente seguido em frente. Tu sabes que não falta que me queira. Problema? Eu quero-te a ti , e tu não te queres apaixonar por mim. Fui feita para amar, não para ser amada.

publicado por Lébasi às 20:26

.

- estás demasiado proxima

- define

- estás demasiado proxima do coração e eu nao quero

- queres afastar-te?

- nao é o meu coração. ele diz uma coisa, a cabeça outra mas se eu me quiser afastar eu consigo

- queres afastar-te?

- quero .

- nao tenho argumentos para ti

- o problema não é teu , é meu

 

Eu usei um vestido. Tentei que reparasses em mim, fui criança ao ponto de me arranjar somente para ti ( apenas e unicamente para ti). Aguardei com impaciência o passar das horas, dos minutos e dos segundos para te ter junto a mim. E agora? :/ Agora vejo-te partir sem uma palavra a dizer.

 

[ quando nos afastámos eu beijei-o, não consegui virar costas sem lhe dar um beijo e ele puxou-me para ele .. não o queria largar, nao o queria, nao o quero ]

publicado por Lébasi às 20:07
Domingo , 08 de Março DE 2009

Evidências

O ‘para sempre’ é relativo, e o amo-te irrelevante. Perdoa-me a estupidez mas está na altura de te abrir os olhos (mais a mim que a ti). As palavras serão eternamente as mesmas, o veneno que injectas na alma é precisamente o mesmo que te deixou mal anteriormente. O amor é a droga na qual todos são viciados, e tal como qualquer droga, quando se exagera na dose corre-se um risco de obter uma overdose.

 Encaro a overdose como o amo-te. Amar? Para quê render-me a tal estupidez? Para quê dar-me de corpo, alma e coração a alguém que sei que não estará a meu lado para sempre?

 As palavras serão sempre as mesmas, a dor aumenta em cada recaída e o caminho permanece com cada pedra. De nada adianta voar, usar um qualquer truque, que se iludam os tolos. Este caminho tem de ser percorrido passo a passo. Tem de se sentir a areia do chão, as pedras pequeninas e o arder das feridas de quando se tropeça. Calem-se as vozes que dizem ‘ só uma vez, bastou-me cair uma vez ‘.

 Ilusão meus amores. As lágrimas que caiem sobre o rosto não devem ser lamentadas mas sim expostas perante o Mundo como a marca da nossa existência.  Atingir a felicidade, é o que todos querem (daí a necessidade extrema de ter alguém com quem partilhar esse sentimento).

 Mas e o que é a felicidade? Ausência de dor? A cada pessoa compete a sua definição, a cada maestro a sua eterna melodia. Ninguém se atreve a perguntar a lunático porque prefere o outro mundo, ninguém se atreve a desautorizar conceitos ainda que diante do próprio espelho.

 Eu vou por ali. Ide, mas porquê? Porquê seguir o caminho cujo desfeche já sei de cor? E agora respondo, depois de me ter encarado a mim própria. Para quê dar-me de corpo, alma e coração a alguém que sei que não estará a meu lado para sempre?  É a lei da sobrevivência.

 Promessas, palavras, ousadias, aventuras, sussurros, olhares, toques, provocações, sentimentos, ódio, planos, futuro, presente, passado, voar, cair, erguer, chorar, tropeçar, sorrir.

 Proteger-me de ti significaria temer a vida.

 

Adoro-te.

 

 

 

publicado por Lébasi às 17:42

.

Tu vieste para me mostrar que o nada não é assim tão mau.

Apenas uma constatação de um facto. Deixei-te aproximar mesmo tendo a noção de que precisava de me proteger. Mas não o fiz durante muito tempo. Deixei-me apegar ás tuas palavras, olhares e expressões que acreditava só eu conhecer.

Deparo-me agora com a tua ausência ainda que presente. Quero as tuas palavras, os teus beijos, os nossos momentos a sós. Lutarei por ti, mais um facto. Mas não o farei agora. Não me arrisco em cair em tal estupidez . O amor é cego , não ingénuo . Aguardo um sinal de que tu gostas de mim . Não palavras, não mensagens , algo que seja inevitável negar o sentimento que nutres.

Por enquanto mantenho-me aqui, a querer a tua atenção. Não vou fazer nada , nada vou fazer ( será? )

 

- Achas saudável continuarmos com esta relaçao?

- Acho , tu não ?

- Estás demasiado proxima, não te quero assim tão proxima.

- Queres que me afaste?

- Não , por isso é que tenho duvidas.

 

[ e hoje vou estudar para minha tristeza *.* e ando a poupar dinheiro para mudar de look ( sonho ) ]

publicado por Lébasi às 10:50
Sexta-feira , 06 de Março DE 2009

.

Quero um dia acordar e acreditar que vale a pena. Acreditar que as lágrimas que os meus olhos deixaram transparecer fizeram qualquer tipo de sentido . Olhar para trás e ver como as minhas escolhas afinal não eram assim tão incertas, apenas não programadas. Quero olhar para trás e ver-me na certeza de que tudo o que vivo agora terá outro sentido mas ainda o mesmo sabor. Talvez nesse dia me perca nas memórias de um outro tempo que hoje é este em que nos encontramos. Me recoste á lareira e procure o rosto de quem amei reflectido na chama . Talvez, quem sabe. Nesse dia, quero acordar e viver tudo o que não vivi somente nesse dia. Pois , poderei morrer ao sorrir. As respostas ás perguntas mais estranhas podem ser uteis, mas não satisfatórias. Eu quero viver, agora quero lutar por ti , pelo teu carinho , ternura e presença em mim. Mais tarde , não sei. Nem tenho de saber .

 

Tenhooo 52 euros , unf . And

publicado por Lébasi às 20:25

.

Nada fica , tudo se vai . Só nos compete aprender a lidar com isso.

publicado por Lébasi às 07:40
Domingo , 01 de Março DE 2009

Decisão.


É engraçado o facto de cada vez que tento escrever para ti as palavras teimam em não sair. O corpo teima em permanecer imóvel como tudo o que me fazes e os meus olhos prendem-se no ecrã enquanto os meus dedos escrevem e apagam, reescrevem e tornam a apagar qualquer inicio de texto. Desta vez deixei-os escrever sem parar , desta vez o meu coração que fale sem qualquer medo.

 

 

 Vou permanecer por aqui, neste caminho que sempre trilhei. Caminhas comigo, por enquanto. Mas não a meu lado. Estás uns passinhos atrás com medo de onde este caminho nos poderá levar. Tenho os teus beijos doces, os teus abraços quentes, os nossos olhares, as brincadeiras , as ternuras, os sorrisos e as expressões. És o meu segredo. Basta-me que assim o seja. Tento deixar a porta aberta para um futuro contigo e tu fechas-a de imediato. Não sei quem fala, se tu , se o medo portanto limito-me a dar um passo em frente. Eu vou permanecer aqui. Quero secar as lágrimas que podem cair, abraçar-te, prender-te o olhar, alterar-te os passos. Desistir de ti seria estupidez. Gosto do que temos, e por muito que negues estar apaixonado, gostas de mim. Recusas a paixão, tal qual como eu. Estarei aqui para ver o que vai acontecer, só gostava que fosses meu um dia, somente meu.

 

- quero o meu bronze de volta

- posso ajudar?

- a bronzear-me?
- sim

- como pretendes fazer isso?

- posso levar-te ao céu e ficas mais perto do sol

- para isso teríamos de voar

- eu sei voar

- aprendeste comigo? ahah , eu sei que não

- aprendi sozinho

- eu já não voo á algum tempo

- podes voar comigo

- se for apenas para me bronzear prefiro manter os pés no chão

- vamos onde quiseres

- que tens em mente?

- a viagem é tua, tu escolhes o percurso

- a viagem é nossa

- posso por-te ás cavalitas e vamos ver a lua

- parece-me bem, mas sou pesada

- cala-te estupida

- levas-me lá?

- ao momento de ontem? a lua? a venus? ao ceu? á loucura?

- podemos ir a todos , sem pressa?

- claro que sim, quero aproveitar cada momento .

 

e hoje sim, hoje vou estudar porque hoje estou motivada , e é agora mesmo.

sinto-me: decidida
publicado por Lébasi às 10:27

mais sobre mim

pesquisar

 

Março 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
16
17
18
19
20
22
24
26
27
28

posts recentes

últ. comentários

  • Fumar mata . obrigada pela visita, voltarei bj gr
  • Amiga, não podes fumar é perigoso!!!!
  • Exactamente , amiga.
  • aquilo que tens na mão faz-te tão mal.
  • (: Adorei o teu blog, e gostei especialmente deste...
  • bom post :)
  • Ò medo é natural , até para nos prtegermos , mas ...
  • Eu, por vezes, também não. Amei as tuas palavras. ...
  • Ola',não sei se te lembras de mim...:PPassei so' p...
  • tão gira ;)*

mais comentados

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro