Segunda-feira , 23 de Fevereiro DE 2009

Bola de Sabão

' Se o meu instinto fosse possivel estarias agora numa enorme bolha de sabão na qual apenas eu, somente eu e mais ninguém pudesse entrar . Começas-te por dizer-me que estava tudo bem e que não tinha passado de apenas mais uma noitada mas eu permaneço com a sensação de que há algo mais. Por meio de brincadeira resolves contar-me que dormiste com uma rapariga. Magoou-me, mais do que deveria ter magoado mas fui consciente o suficiente para não deixar que o percebesses. A ideia de teres outras raparigas a dançar contigo , a tocarem-te , a trocarem olhares , a seja o que for . Eu tambem já estive nesse papel , e se pudesse seria só meu . Por uma noite , por uma simples noite foram toques , sorrisos , olhares e risos . Lembro-me que nunca dançámos mais de 30 segundos porque eu te temia .

 Tu não me pertences , não és meu namorado , ninguém sabe que eu existo (apesar de eu desconfiar que os teus melhores amigos sabem todos ) és o meu segredo. Não preciso de te exibir, o amor já foi tão desvalorizado que perdeu toda a sua essência.

 Se tu estiveres com alguém nestes dias , eu vou saber . Mesmo que tu não me contes , vai acontecer o mesmo que ontem . Eu acordei já a saber mas nunca querendo acreditar . Vai ser apenas a preparação para a tua viagem de finalistas. Eu sei que são apenas miudas de uma noite , mas magoam . Acabei por te dizer que não tinha gostado , que te queria isolar da populaçao femenina mas que não me zangaria se estivesses com outra pessoa . (não tenho esse direito ). Respondes-me com um sorriso enorme ' :)))))))) ' e depois dizes ' gosto de saber que me queres só teu ' . Ao ver isto pergunto-me : não era já demasiado obvio ?'

 

Hoje vou estudar Biologia . Não me interessa , hoje vou render-me a Biologia. Tenho de subir aquela nota horrivel . Eu sou inteligente , se eu estudasse o que as pessoas da minha turma estudam teria sempre 18 ( por amor de deus , elas matam-se a estudar para aquilo e tiram 13's -.- eu sem estudar tiro 9 ) . Portanto é pura estupidez da minha parte.

 

[ hoje fazia 6 meses com o Bunny se estivéssemos juntos . ]

tags: ,
sinto-me: motivada
publicado por Lébasi às 10:43
Segunda-feira , 05 de Janeiro DE 2009

.

O som da campaínha ecoou por entre as paredes da sala . As cadeiras foram arrastadas e os corpos dos que me rodeavam ergueram-se como se cada segundo fosse uma ultima respiração. Eu mantive-me sentada , olhei para as horas presentes no canto superior do telemóvel e não me mexi um milimetro que fosse . Não demorou muito até que a sala ficasse praticamente vazia e eu tivesse de me erguer também. Passei os dedos por entre os meus fios de cabelo e olhei para os meus pés . " Mexam-se" , pensava eu . Desci os degraus do pavilhão e pela primeira vez senti o frio daquelas paredes a entranhar-se no meu corpo . Consegui sentir o meu corpo resvalecer a cada degrau daquela enorme escadaria de mármore. Eu não quero caminhar , sei a onde este percurso me leva . O engraçado é que não parei , eu prossegui o meu caminho . Não te vi porque não te procurei . Podia ter passado mesmo á tua frente , podia ter tido o teu olhar no meu e quem sabe um sorriso mas de que me adianta esse momento ? Sinceramente , de que me adianta continuar a sorrir-te se tudo o que me dás são lágrimas e dor . Não , eu não desisto de ti , apenas chega de sofrer . Não sou masoquista para continuar a procurar uma palavra tua que teima em não chegar . Avança , avança tu e procura-me porque eu vou continuar a andar . Não se trata de covardia , inteligência meu caro , simples e bruta .

 

"You've gotta stand for something or you'll fall for anything "

tags: ,
sinto-me: diferente
música: The scripth - fall for anything
publicado por Lébasi às 20:51
Terça-feira , 30 de Dezembro DE 2008

Loucura .

 

Estou a poucas horas de cometer o meu crime . Não sei o que esperar da noite de amanhã , sinceramente . Sei que eu vou viver 2009 com o maximo de mim , portanto vou entrar bem neste novo ano . Eu quero dançar , eu quero viver , quero gritar na praia , sentir o vento , correr á chuva , beber um bom absinto , sentir um sorriso , ter um toque . Eu quero .

 Ninguém sabe que a ida ao Baleal foi alterada , e nós vamos rumo á Ericeira . Se eu contasse ao pai ou á mãe eles não me deixavam ir . Isto não pode ter um fim . Não sei onde é que vou dormir , sei que não quero dormir . Tenho tantos sonhos para este ano , tanta vontade de viver . Eu não gosto de mentir ao pai , odeio mesmo mas isto é mais forte . Eu amanhã tenho de sair , de ir para longe , de aproveitar a noite . Venham os castigos depois , eu aceito as consequências mas amanhã é pra viver . Amanhã é o primeiro dia de um novo começo. Eles ainda me protegem demais e eu tenho tanto querer em mim . A musica brasileira faz-me sorrir, dá-me vontade de dançar e o sorriso é imediato . Não me interessam as tristezas , não quero saber das lágrimas , amanhã é um novo dia , é o meu dia !

  O que mais me entristece é o facto de saber que o dia de amanhã tem um fim . Algo mudou , sinto-me diferente , estou mais forte . Sinto-me capaz de dominar o mundo mas sem vontade de o fazer . Neste momento , só quero chegar á Ericeira o mais rapidamente possivél e viver cada segundo . Estou com sede , sede de um novo começo . Não pretendo mudar , ser alguém diferente . Sou exactamente a pessoa que tenho de ser e sabem uma coisa ? Não existe ninguém como eu . Venha 2009 , venha a crise que eu aguento . Amanhã será um novo dia , amanhã o dia é meu !

 

BOM ANO PARA TODOS, e que ninguém mude, simplesmente cresça .

sinto-me:
publicado por Lébasi às 23:28
Sábado , 27 de Dezembro DE 2008

Corpo a corpo , coração ?

 

De que me serves ?

De nada , e não tens culpa . Serias apenas mais um amor de passagem , serias apenas . Eu poderia aproveitar-me do teu amor por mim , da tua vontade de me fazer feliz . Poderia. Poderia esquecer quem sou por breves momentos e entregar-me aos teus braços e deixar o tempo correr.

 

  Pensa , como seria ? Há muito tempo que me procuras e eu nunca te encontrei. De que nos serve viver mais uma mentira só porque és dotado de uma beleza incrível e me queres ? Acusa-me de ser estúpida , de não saber o que estou a perder . Eu sei , sei-o melhor que qualquer uma das pessoas que já passaram pelos teus braços .

 

Olhas para mim como se tivesses achado ouro , mas eu não tenho tanto valor . Esboças o teu sorriso assim que olhas para mim mas de nada me serve , e isso é algo com que tenho de lidar . Olha á tua volta , olha para qualquer lado e encontrarás imensas raparigas dispostas a ser tuas mesmo sem sequer te conhecerem como eu conheço . Não é medo , não é . Eu posso ignorar o teu historial , posso ignorar as noites em Santos em que procuras simples relações carnais . Posso ignorar o facto de já teres iludido metade das raparigas com que hoje me encontro . Posso , acredita que posso . Posso ignorar o facto de teres traído namoradas e de te portares como se o Mundo te pertencesse.

 

  Não me interpretes mal, se trais é porque não amas . Se não amas, mentes . Se mentes, iludes. Acredita que é bom sentir-me desejada , acredita que não há nada como um elogio pela manhã e ter alguém a olhar para nós da maneira como me olhas . Mas de nada serve , o meu coração já foi entregue . De nada ser fingir , viver mais uma mentira . Tu mereces mais que alguém como eu , mereces alguém que te saiba amar e eu não sei . És o que todas teme-mos na nossa vida , és apelidado como o papão das relações . Sinceramente , não compreendo como é que te pudeste interessar por mim. Nem tenciono compreender . Os elogios que me dás não os procuro na tua voz . A forma como me olhas não é a que me faz estremecer .

 

 Não me obrigues a virar as costas e fingir que não existes pois é algo com que não sei lidar. Eu estou aqui , não sou tão bonita como as tuas fãs que agora considero minhas arqui-inimigas . Não o sou e reconheço-o , mas sou melhor que elas. São carne fraca , eu não sou menina de coros nem tão pouco de rodadas . Eu não preciso de te comer para me destacar , nem a ti nem a qualquer um . Destaco-me com as minhas atitudes , boas ou más .

 

Eu vejo mais que um simples player . Eu vejo alem do teu passado , situo-me no teu presente e o futuro está nas tuas mãos . De nada me serves , acredita em mim . O que vês é corpo , o que desejas em mim é o que idealizas - na verdade , tu nunca me conheceste. Eu sei o que quero , é como que um veneno . Quando o sentires entranhar-se no teu coração , e ser bombeado para o resto do corpo que carregas saberás que não é mentira . Mesmo que te mate lentamente , é veneno mas tu sorrirás ao recordar. Tal como eu .

 

 

[ e parte de mim morreu nesta conversa . ]

sinto-me:
música: Mafalda Veiga - Uma noite para comemorar
publicado por Lébasi às 12:26
Quarta-feira , 24 de Dezembro DE 2008

É Natal

É dia 24 , e a avó já está cá em casa . Tenho a sala artilhada com bolos e doces , e doces e bolos :D não deveria estar tão feliz visto que quero emagrecer mas o Pai Natal perdoa . Ontem foi dia 23 , eu e o Bunny teriamos feito 3 meses se estivéssemos juntos mas por incrivel que pareça a unica coisa que me fez chorar ontem foi o facto de me encontrar no Mac a comer um sunday de chocolate com cobertura de bolacha . Eu costumava dizer que quando ele me magoasse tinha de me comprar um desses , e depois começou a tocar uma daquelas musicas mesmo ideias para se chorar e puff . E segui-me de um sorriso , pois a vida continua .

 

Ontem á noite fui sair com os rapazes . O Rúrú estava diferente , estava mais bonito que o costume - ou se calhar era só da minha imaginação o que é bastante provavél . Fomos para as escadinhas , e eu tinha prometido ao pai que eram só 15 m . ( saí de casa ás 22:40 e regressei á 01:00 ). O rú-rú manteve-se sempre perto de mim , e se há coisas que gosto nele é de quando ficamos a olhar um para o outro sem mais nada a dizer . Não são como os olhares que tinha com o Bunny , mas não posso continuar a pensar nisso.  Os rapazes estiveram cerca de 1 hora a falar da passagem de ano ( que só por acaso ainda não sei onde vou passar a minha ) , e eu fui-me encostar ao Rú-rú. Perguntei-lhe o que tinha , ele não estava com cara de muitos amigos e só me sorria de vez em quando: falta de atenção tua . E prontos, eu disse que ele era totó e ele passou a noite toda abraçadinho a mim . Ele estava em cima do muro , e eu estava no meio das pernas dele . Ele põs os braços á volta da minha cintura e de vez em quando apertava como se não me quisesse largar .


Apareceram uns rapazes , com um ar muito maltrapilho , e um deles queria bater noutro . Então começaram por ter uma conversa a sós e quando começaram aos berros os rapazes subiram todos excepto o rú-rú ( eu não deixei ) . Ele aproveitou a ausência dos outros e tentou beijar-me :$ aproximou o rosto do meu e eu disse : não . ( eu sei que sou estúpida , mas ainda estou muito presa ao Bunny. Ainda o amo , e não seria justo estar a enganar-me a mim mesma ). Ele perguntou porquê e eu não lhe respondi. Limitei-me a permanecer em silêncio . Quando os outros desceram passou-se o seguinte. Vou descrever para perceberem. Imaginem um rapaz extremamente mal vestido a acusar um rapaz gordo chunga de lhe dever 50 euros . Foi mesmo isto . O Rú-rú perguntou o que se tinha passado e  o outro respondeu-lhe logo mal. Agora imaginem lá , pareciam dois galos numa capoeira e eu ali a pedir ao Rú que parasse de responder. O Tim também se meteu logo , para defender o Rú mas eu consegui que se calassem. Estava com tanto medo , já estava a escapar ás regras do meu pai . Eles andarem á porrada com um individuo que provavelmente tinha uma faca algures não era o fim de noite ideal . O Tim acabou por me vir por a casa , e o Rú veio atrás com outro rapaz . Podemos chamar-lhe Tuga ( ele é doido por Hip hop e eu depois de o conhecer - passados 15 m - disse.lhe que parecia uma puta revoltada ). Fora isso o rapaz até é bastante simpático.


Crise : O Rú-rú tem namorada , e isto não é nada bom. Eu sinto-me atraída tudo bem, e gosto dos miminhos que ele me dá mas o Bú será sempre o Bú e eu ainda tenho esperança que as coisas voltem ao que eram . Ambos errámos , mas eu ainda não desisti, não quero desistir. E não gostava que o meu namorado me traísse, por isso não quero que o Rú traia a namorada . Ele é super player -.- é moreno , de olhos azuis , pele branca . Ninguém se importaria de o comer , excepto eu ( logo , o problema é meu). Um defeito dele é só me dar atenção quando estamos juntos , se não estivermos ele nunca diz nada o que eu acho um pouco mau :(


É Natal , eu devia estar feliz mas nem me deu para comprar nada para mim ! O que não é de todo normal . Só quero que esta noite a avó sorria e não chore por o avô não estar presente. Só quero uma boa-noite passada em familia para mais tarde recordar . Apetece-me abraçar o Bú e ficar deitada no colo dele pela noite dentro e recordar bons momentos que vivemos . Hoje sinto-me , com vontade de recordar .

sinto-me:
publicado por Lébasi às 17:55
Segunda-feira , 22 de Dezembro DE 2008

O medo que corrói .

 

O ciúme corrói todas as almas . O ciúme incapacita todos os seres que vão para lá do simples existir . Não importa se se trata do ser mais inteligente ou do que se afasta da sociedade . Os estereótipos que nós criámos são aqueles em que muitas vezes nos afundamos , e quanto a isso , somos os únicos a poder fazer alguma coisa . Temos a capacidade de sentir . Nós , conseguimos chorar por simples acontecimentos tal e qual como podemos deixar-nos cair em desespero e sentirmo-nos sós embora em nosso redor existam pessoas .  " Homem que é Homem não chora " , mais um estereotipo criado por nós. O ciúme não é nada mais que medo . E o ser humano , é medroso . Não interessa se nos dizem que somos bonitas , que seriam os mais felizes do mundo por nos ter - não tem qualquer tipo de relevância .

 Temos por hábito andar á deriva enquanto procuramos o amor verdadeiro , todos o querem , muito se iludem . Não interessa , somos como que abelhas atrás do mel que teima em não aparecer . Eu tive medo de ser trocada , medo de não ser suficiente , de ela possuir a capacidade de te fazer mais feliz que eu . O medo destrói . Destruiu a segurança que eu tinha em relação a mim mesma , sem que tu próprio de apercebesses . Hoje olho para trás e penso : sou melhor que ela .

 Não me interessa minimamente o facto de ela ser mais velha , de poder exibir o corpo que tem , de ter meio mundo atrás dela . Não quero saber . Eu sei que sou melhor . Simples . Ela emite desejo , vontade de a possuir . Eu quero conquistar , não quero ter de possuir para que voltes . Foi a primeira vez que tive ciumes , apenas agora dei sentido a esta pequena palavra que oiço desde a escola primária enquanto se trocavam pequenos toques e se corria a contar o nosso primeiro beijo .

 Eu ainda gosto de ti , ainda penso no teu sorriso quando me deito á noite , as coisas minimas ainda me fazem rir quando me lembro de nós . Já não choro , choro por me ter deixado dominar por cíumes sem sentido . Choro por saber que para onde quer que me vire tu não estarás lá , embora finjas que sim .

 Lembra-te , fecha os olhos , lê as palavras , sente : cada promessa foi verdadeira , cada toque foi sentido e cada olhar não será esquecido . Eu mudei , aprendi com a distância que me obrigaste a ter . Eu não te perdi somente a ti , tinhas mais que um papel na minha vida . E eu quero lutar , não quero ouvir que me amas , não quero ouvir que vais ficar para sempre , quero sentir que estamos juntos -  o compromisso pouco importa . Há quem te queira exibir , eu só te quero voltar a sentir . Por entre risos e sorrisos , toques e olhares . Não peço nada mais que isto .

sinto-me:
publicado por Lébasi às 16:12
Sábado , 11 de Outubro DE 2008

Eu vou .

Eu vou ficar por aqui a proteger-te. Não deixes que o medo de que eu um dia me vá te domine. Recordaste das nossas noites? Dos telefonemas tardios que davam sentido aos meus dias. Esboçava um sorriso na escola sem precisar de palavras, poderia intitular-te o meu diário vivo. Tu sempre soubeste as minhas histórias rotineiras passadas entre quatro paredes.

 Só não sabias que me tocavas de um modo diferente, não sabias ou fingias não saber. Era a tua voz que eu procurava quando caía, era tudo o que tinha não era? A tua voz, através de um pequeno dispositivo que substituiu a necessidade de as palavras serem soltas enquanto os meus olhos se prendiam nos teus. Eu tenho essa necessidade, preciso de te sussurrar ao ouvido palavras que são sentidas, por muito infantis que possam soar, enquanto tu me lês sem aviso prévio. Eras o meu confidente, tu sabias o que mais ninguém sabia. Não do modo como tu sabias, não na intensidade com que eu contava.

 Eras o portador da minha alma, e não te rias ao leres tal “ artimanha” , Eu via-me em ti, mesmo sem saber. Guardava cada mensagem tua, perdia-me em cada passagem pela tua turma, e morria quando praticamente te seguia até á casa de banho. Passaram-se meses, de tu e eu, de eu e tu – de nós.

 Hoje, és meu. Pertences-me e tenho livre arbítrio para decidir o nosso caminho. Não quero percorrer aquele que já está traçado, já foi percorrido por muitos. Quero vendar-te os olhos, deixas? Não observes o que aí vem, não planeies nem penses. Dá-me a mão e não a largues por muitos buracos e desvios que possam existir neste caminho.

 Eu vou ficar aqui, a esboçar-te um sorriso de cada vez que nos cruzemos mesmo com os olhares que recaiem sobre nós. Irei abraçar-te quando tu precisares que te proteja e amar-te-ei mesmo quando deixares que o teu corpo caia do precipício da vida e apenas o escuro te domine. Quero ser a luz que te aquece, e a mão que te levanta de novo para o raiar do dia.

 Tenho saudades do que fomos, mas agora sei que te pertenço.

tags: ,
sinto-me:
música: Oasis - don't look back
publicado por Lébasi às 12:28

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
18
21
22
23
25
26
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

  • Fumar mata . obrigada pela visita, voltarei bj gr
  • Amiga, não podes fumar é perigoso!!!!
  • Exactamente , amiga.
  • aquilo que tens na mão faz-te tão mal.
  • (: Adorei o teu blog, e gostei especialmente deste...
  • bom post :)
  • Ò medo é natural , até para nos prtegermos , mas ...
  • Eu, por vezes, também não. Amei as tuas palavras. ...
  • Ola',não sei se te lembras de mim...:PPassei so' p...
  • tão gira ;)*

mais comentados

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro