Sábado , 21 de Fevereiro DE 2009

Fim de semana.

' e cada olhar , a cada sorriso , a cada provocação dou por mim cada vez mais em ti . cada vez mais me alteras os passos, cada vez mais procuro pelo teu olhar no meio da multidão que me rodeia . e a cada passo percebo que preciso de me proteger. '

 

As minhas notas desceram a pique , sim ? A pique mesmo . Passei  para 6's os meus 16's. Biologia e Quimica estão completamente out. Eu não me consigo interessar por quimica, não me atrai. Tenho de estudar este fim de semana. Deixei de roer as unhas (ahah). Não sei o que quero ser , não sei se sigo biologia, se jornalismo, se engenharia ou ainda termino como médica. É preciso esforço para cada uma destas profissões e eu sofro de preguicite aguda. Este fim de semana está reservado á familia, simples (deduzo que nunca fiz isto). Vou arrumar o quarto, estudar e tentar convencer a mãe a ir comigo ao Cascaishopping . O meu quarto parece a lixeira municipal e tenho de me aplicar . Nem quero saber o que vai ser quando ela descobrir as minhas negativas, enfim .

 

Acho que está na altura de falar com o meu ex. Eu já não o amo, odiar nunca o odiei , raiva talvez. Ele era o meu melhor amigo , e eu sinto falta da presença dele. Não me importa se existem outras raparigas, só quero que ele seja feliz. Ontem sorriu-me e eu tive vontade de o abraçar , mas não o fiz . Ainda não me decidi , não sei se é melhor mantê-lo num mundo á parte. Foi opção dele sair do meu.

tags: , ,
sinto-me: bem com o mundo ?
publicado por Lébasi às 11:17
Sábado , 27 de Dezembro DE 2008

Corpo a corpo , coração ?

 

De que me serves ?

De nada , e não tens culpa . Serias apenas mais um amor de passagem , serias apenas . Eu poderia aproveitar-me do teu amor por mim , da tua vontade de me fazer feliz . Poderia. Poderia esquecer quem sou por breves momentos e entregar-me aos teus braços e deixar o tempo correr.

 

  Pensa , como seria ? Há muito tempo que me procuras e eu nunca te encontrei. De que nos serve viver mais uma mentira só porque és dotado de uma beleza incrível e me queres ? Acusa-me de ser estúpida , de não saber o que estou a perder . Eu sei , sei-o melhor que qualquer uma das pessoas que já passaram pelos teus braços .

 

Olhas para mim como se tivesses achado ouro , mas eu não tenho tanto valor . Esboças o teu sorriso assim que olhas para mim mas de nada me serve , e isso é algo com que tenho de lidar . Olha á tua volta , olha para qualquer lado e encontrarás imensas raparigas dispostas a ser tuas mesmo sem sequer te conhecerem como eu conheço . Não é medo , não é . Eu posso ignorar o teu historial , posso ignorar as noites em Santos em que procuras simples relações carnais . Posso ignorar o facto de já teres iludido metade das raparigas com que hoje me encontro . Posso , acredita que posso . Posso ignorar o facto de teres traído namoradas e de te portares como se o Mundo te pertencesse.

 

  Não me interpretes mal, se trais é porque não amas . Se não amas, mentes . Se mentes, iludes. Acredita que é bom sentir-me desejada , acredita que não há nada como um elogio pela manhã e ter alguém a olhar para nós da maneira como me olhas . Mas de nada serve , o meu coração já foi entregue . De nada ser fingir , viver mais uma mentira . Tu mereces mais que alguém como eu , mereces alguém que te saiba amar e eu não sei . És o que todas teme-mos na nossa vida , és apelidado como o papão das relações . Sinceramente , não compreendo como é que te pudeste interessar por mim. Nem tenciono compreender . Os elogios que me dás não os procuro na tua voz . A forma como me olhas não é a que me faz estremecer .

 

 Não me obrigues a virar as costas e fingir que não existes pois é algo com que não sei lidar. Eu estou aqui , não sou tão bonita como as tuas fãs que agora considero minhas arqui-inimigas . Não o sou e reconheço-o , mas sou melhor que elas. São carne fraca , eu não sou menina de coros nem tão pouco de rodadas . Eu não preciso de te comer para me destacar , nem a ti nem a qualquer um . Destaco-me com as minhas atitudes , boas ou más .

 

Eu vejo mais que um simples player . Eu vejo alem do teu passado , situo-me no teu presente e o futuro está nas tuas mãos . De nada me serves , acredita em mim . O que vês é corpo , o que desejas em mim é o que idealizas - na verdade , tu nunca me conheceste. Eu sei o que quero , é como que um veneno . Quando o sentires entranhar-se no teu coração , e ser bombeado para o resto do corpo que carregas saberás que não é mentira . Mesmo que te mate lentamente , é veneno mas tu sorrirás ao recordar. Tal como eu .

 

 

[ e parte de mim morreu nesta conversa . ]

sinto-me:
música: Mafalda Veiga - Uma noite para comemorar
publicado por Lébasi às 12:26
Sexta-feira , 11 de Julho DE 2008

Caminhos errantes

 

 

Adoro o modo como o teu cabelo te cai sobre o rosto . O modo como o desvias da face é tão simplesmente, teu . Abraça-me, fazes isso por mim ? Puxa-me para ti e envolve o meu corpo nos teus braços. Aconchega-me nos teus braços, quero ouvir o bater do teu coração só mais uma vez. Não me deixes fugir , não agora . Assume o controlo , enrrosca-me e guia-me a teu belo prazer . O meu corpo quer o teu . Não tentes perceber aquilo em que eu estou a pensar , esquece isso . Fecha os olhos , deixa que as luzes se apaguem . Rogo-te , não me deixes fugir novamente . Passa a tua mão pelo meu cabelo e puxa a minha cintura para bem junto da tua . Domina-me , tu sabes como o fazer . Morde-me o pescoço e ignora as palavras que os meus lábios dizem . Ignora , continua . Percorre o meu corpo com a ponta dos teus dedos . Vem, este momento é teu e eu não quero fugir . Sei que tens medo mas eu quero arriscar contigo  . Estou aqui , á tua frente , e não há luz . Não me vou mexer , gosto dos teus beijos no escuro . Os teus olhos brilham de um modo diferente . Não te preocupes com nada mais , tu não me pertences , eu sei que não . Mas estás aqui, eu sinto o calor do teu corpo junto do meu. Beija-me novamente, e agora outra vez , só mais uma vez, é a ultima vez . Chega, e não te preocupes que eu não vou fugir . Escolhi o teu caminho , não sei como será o fim mas digo-te que me vou sentar. Sentei-me, estou mesmo no meio. Não vou andar mais , não enquanto tu não caminhares ao meu lado . Podes voltar para trás , não te deves entitular de cobarde se tal acontecer . São escolhas , eu fiz a minha . O sol já está a nascer . Não me largues , mas também não me abraçes apenas porque eu me sinto segura perto de ti . Preciso de saber , tu queres-me a teu lado ou simplesmente não resistes aos meus lábios? És homem, mas és diferente . Eu sinto-te de maneira diferente , quero-te , aqui , ali , não sei , em qualquer lugar . Tenho medo que voes para outro céu que não este , mas o medo é o que já tantas vezes me fez arriscar . És livre , voa , apenas não me deixes perdida . A alma dói quando se perde na incerteza.

 

" Obrigado , tens sido a calma na turbulência . "

sinto-me:
publicado por Lébasi às 03:46
Terça-feira , 01 de Julho DE 2008

Sentidos

Dei por mim presa no teu corpo. Os meus olhos não queriam deixar de admirar cada traço do teu rosto , nem cada recanto da tua pele. O silêncio tomou conta de nós. As minhas tentativas falhadas de gerar uma conversa limitavam-se a frases, não era falar, tu não querias falar, e eu , eu penso que também não. Sentei-me na cama, aquela de casal de que tu tanto te gabavas. Eu prefiro camas pequenas, embora adore camas de casal mas só para momentos em que me quero sentir livre. Naquele momento, acredita em mim quando digo que se fosse pequenina seria melhor. Já não terias ficado tão longe de mim quando te deitaste. Estavas irrequieto. Desde zapping até mesmo clicares 140 vezes na tecla esc do teclado. Recostaste-te na cadeira, e eu não resisti a passar a minha mão pelo teu cabelo. Estremeceste, eu senti o teu corpo a estremecer mas contive-me. Retomámos a conversa. Nunca deixei de passar a minha mão pelo teu cabelo, senti o teu corpo a amolecer. Parecias apenas um bebé a pedir mimo, e eu pronta a dar. Olhavas para mim quando eu parava, e eu mentalmente avançava para os teus lábios, o meu corpo não se mexia mas eu sei que avançava. Saltaste para a cama e eu sentei-me a teu lado. Brincadeiras com a almofada levaram a que os nossos corpos se tocassem. Senti o teu corpo no meu. O teu joelho prendeu a minha perna, a tua mão tocou na minha, e olhámos novamente um para o outro. Viraste-me as costas. Queria sair. Queria apenas mover-me do teu quarto para outra qualquer divisão. Mas tu cativaste-me. Os meus dedos percorreram a linha do teu pescoço. Vi a tua pele a arrepiar-se, e tu contorceste-te. Viraste-te para mim e o teu corpo debruçou-se para o meu: - Estás a provocar-me - a tua voz não era a mesma de há 10 minutos. Estava rouca, ansiosa, trémula. Senti a tua mão na minha cintura e olhei-te nos olhos. - E ? - Bastou-me isto. Era apenas o que eu pensava. Queria sair, mas tu prendias-me lá. Esta era a minha oportunidade de te ter. Avançaste para mim, os nossos lábios tocaram-se. As tuas mãos percorreram cada centímetro da minha pele, enquanto nos beijávamos. Era aquilo que eu queria não era ? Ter-te para mim? Sentir o teu corpo no meu e os teus olhos ardentes de desejo. 16:58, continuas deitado a meu lado. Não sussurras uma única palavra. Somos apenas corpos, nós não nos conhecemos. Era isto que queria , não é o que quero.
tags: ,
publicado por Lébasi às 19:12

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
18
21
22
23
25
26
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

  • Fumar mata . obrigada pela visita, voltarei bj gr
  • Amiga, não podes fumar é perigoso!!!!
  • Exactamente , amiga.
  • aquilo que tens na mão faz-te tão mal.
  • (: Adorei o teu blog, e gostei especialmente deste...
  • bom post :)
  • Ò medo é natural , até para nos prtegermos , mas ...
  • Eu, por vezes, também não. Amei as tuas palavras. ...
  • Ola',não sei se te lembras de mim...:PPassei so' p...
  • tão gira ;)*

mais comentados

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro